Rate this post

O artigo 162 da nova Lei Federal do Trabalho, de 1970, incluía uma prática adotada em diversos contratos coletivos de trabalho: a permanência na empresa deve ser paga pela passagem do tempo no momento da separação da empresa, que recebe o nome de prêmio de antigüidade e cujo valor será equivalente a doze dias para cada ano de serviço.

O prêmio de antiguidade é um benefício derivado do fato único do trabalho e tem como finalidade uma ajuda econômica em reconhecimento ao tempo de serviços prestados pelo trabalhador em uma empresa tabela do PIS.

Assim, esse direito é a soma do dinheiro recebido pelo trabalhador da fábrica quando ele renuncia ao seu trabalho ou quando ele é demitido com ou sem justa causa. Para determinar a quantidade de salário, será conforme previsto nos artigos.

Conheça os direitos trabalhista

Como resultado do acima exposto, conclui-se que o prémio de antiguidade é dotado de autonomia e deve ser pago, independentemente de eles prosperar ou outras ações judiciais movidos pelo trabalhador em caso de uma demanda por direitos. O bônus de antiguidade será pago aos trabalhadores que se separarem voluntariamente de seu emprego, desde que tenham completado pelo menos quinze anos de serviço.

Da mesma forma, aqueles que estão separados por justa causa e aqueles que estão separados de seu emprego serão pagos, independentemente da justificativa ou injustiça da demissão. Para o pagamento do prêmio em casos de aposentadoria voluntária de trabalhadores, serão observadas as seguintes regras.

Se o número de trabalhadores que se aposentarem dentro de um ano não exceder dez por cento do número total de trabalhadores na empresa ou estabelecimento ou aqueles de uma determinada categoria, o pagamento será feito no momento da aposentadoria.

Se o número de trabalhadores que se aposentar for superior a dez por cento, este será pago àqueles que primeiro se aposentarem e poderá ser deferido no ano seguinte o pagamento aos trabalhadores que excederem esse percentual.

Se a retirada é realizada simultaneamente por um número de trabalhadores maior percentagem mencionados, o prémio para aqueles com maior antiguidade e pode ser adiada para o ano seguinte o pagamento correspondente aos restantes trabalhadores serão cobertos.

Como reivindicar seus direitos

Em caso de morte do trabalhador, independentemente da sua idade, o prémio correspondente deve ser pago às pessoas referidas no artigo 501. O prémio de antiguidade que se refere este artigo para os trabalhadores ou seus beneficiários serão cobertos, independentemente de qualquer outro benefício que lhes corresponde.

Para determinar a indemnização prevista no presente título, se o salário recebido pelo trabalhador excede o dobro do salário mínimo na área geográfica de aplicação para coincidir com o lugar da prestação do trabalho, é considerado o valor máximo do salário.

Se o trabalho for fornecido em locais de diferentes áreas geográficas de aplicação, o salário máximo será o dobro da média dos respectivos salários mínimos. O montante tomado como base para o pagamento da compensação não pode ser inferior ao salário mínimo.

Para determinar a indemnização prevista no presente título, se o salário recebido pelo trabalhador excede o dobro do salário mínimo na área geográfica de aplicação para coincidir com o lugar da prestação do trabalho, é considerado o valor máximo do salário.

Se o trabalho for fornecido em locais de diferentes áreas geográficas de aplicação, o salário máximo será o dobro da média dos respectivos salários mínimos.

Direitos trabalhistas dos trabalhadores